Os tipos de corrente existentes é um assunto que muito interessa à sociedade como um todo, uma vez que a presença e a influência desse objeto nos acessórios que fazem parte do mundo atual são muito relevante.

Sendo assim, é inegável que com a evolução de vários aspectos que rondam o meio social, foi possível observar um crescente aumento na quantidade dos estilos de corrente que existem, criando diversas variações entre eles.

Por isso, é fundamental que você, consumidor, compreenda as diferenças entre as correntes presentes no mercado atual, buscando adquirir sempre aquela que consegue sanar as suas necessidades e fazer com que os objetivos sejam alcançados da melhor forma possível.

Então acompanhe esta leitura com a Hésttia e entenda tudo sobre as correntes.

Para que servem os tipos de corrente?

As correntes são ótimos objetos que servem como acessório decorativo em inúmeras ocasiões. Seja utilizando-a sozinha, com algum pingente ou com outras correntes interligadas entre si, fazem uma grande diferença no look final.

Dessa forma, é inegável que essa joia consegue combinar com diversas produções diferentes, tendo a capacidade de se adaptar a um número variado de roupas, acessórios, bolsas, sapatos, penteados, maquiagem, entre tantos outros.

Em vista disso, destaca – se a importância de reconhecer a diferença entre os tipos de corrente que existem, uma vez que você consegue fazer a inserção desse acessório no look utilizado com mais facilidade ao conhecer as variadas formas e opções disponíveis.

Os tipos de corrente diferentes servem, principalmente, para aumentar o número de combinações possíveis exercidas por quem está utilizando o produto.

Nesse contexto, ao comprar uma corrente, é bom já ter em mente com quais roupas do seu guarda-roupa você pretende combinar com o acessório adquirido, visando definir a imagem que pretende passar.

É essencial que o consumidor compreenda que a imagem passada pela combinação de roupa com acessórios decorativos tem a capacidade de refletir de forma direta a personalidade da pessoa.

Por isso, é de extrema importância que os tipos de corrente a serem comprados combinem com o restante das roupas que compõem o popularmente chamado “look final”.

Correntes mais finas, mais grossas, mais largas, com muito espaço entre as estruturas, com pouco espaço entre as estruturas, com formato oval, circular, mais quadrado, entre tantas outras especificações, são exemplos dos tipos de corrente presente no mercado atual.

Assim, é inegável que cada tipo de corrente passa uma imagem diferente e específica, sendo fundamental compreender as diferenças entre esses tipos para facilitar o processo de compra e adequação da corrente no seu corpo.

Tipos de correntes
Tipos de correntes

Tipos de corrente

Como previamente citado, os tipos de corrente são inúmeros e variam de acordo com vários aspectos que fazem parte da sua composição.

Assim, cada um desses aspectos tem a capacidade de passar uma imagem diferente quando adaptados e combinados com o restante da roupa e dos acessórios finais.

Por isso, destaca – se a importância de compreender o que cada especificação define e consegue passar a partir do entendimento das diferenças presentes nos tipos de corrente.

Portanto, com o objetivo de aumentar a democratização do acesso à informação acerca desse assunto e espalhar o conhecimento sobre os tipos de corrente existentes no mercado e como elas podem auxiliar na composição da sua imagem, será feita uma lista dos estilos diferentes desse acessório.

A partir disso, será possível observar com clareza a diversidade entre esses estilos, buscando adaptar cada um ao seu tipo de roupa preferido e rotineiro.

O entendimento sobre como essas correntes influenciam a moda e de que forma podem refletir no dia a dia de cada um é um fator muito relevante para conseguir decidir qual a melhor corrente para você.

Qual a influência do tipos de corrente na moda e na nossa imagem pessoal?

A corrente faz parte de uma gama enorme de acessórios que têm o objetivo de incrementar e enriquecer até mesmo as roupas mais básicas.

Por mais que sejam pequenas em tamanho, têm a capacidade de proporcionar um impacto enorme na imagem final a ser formada com a composição e combinação de acessórios com as roupas.

Sendo assim, as correntes, do mesmo modo que muitos acessórios, podem ser consideradas a “cereja do bolo”, gerando uma produção rica nos mínimos detalhes, mesmo que a roupa e a ocasião sejam básicas.

Em vista disso, é inegável que os acessórios passam uma certa comunicação com o mundo externo, que acontece por meio da “leitura” que o cérebro de cada indivíduo faz das diversas formas, cores, volumes, brilhos etc. presentes no nosso corpo.

Cada acessório que utilizamos se comunica com o mundo externo e todas as pessoas presentes nele enviam mensagens que refletem a nossa personalidade e, até mesmo, a situação de vida.

Exemplo disso é a utilização de um anel que, dependendo do dedo em que colocamos ou da espécie de estrutura que utilizamos, passam uma informação diferente.

Se utilizado no dedo anelar da mão direita, pode indicar que é um anel de noivado. Já no dedo anelar da mão esquerda, indica que é uma aliança de matrimônio.

Os anéis podem ainda definir se é um anel de debutante, formatura, compromisso, entre tantas outras classificações existentes.

Por isso, é inegável que os anéis são exemplos de um acessório que transmite informações importantes sobre quem está usando, garantindo a possibilidade dessa comunicação com o mundo externo.

Assim como os anéis, as correntes também podem fazer essa diferenciação entre diferentes ocasiões e personalidades.

Por isso, para compreender essa diferença, podemos destacar entre os principais tipos de corrente a corrente veneziana, corrente grumet (com fios longos ou com elos duplos), correntes elo português, correntes cartier, correntes rabo de rato, corrente cordão baiano, corrente fígaro, corrente singapura e corrente americana.

Tipos de Correntes

Corrente Veneziana

A corrente veneziana é um dos tipos de corrente mais amada pelos consumidores, justamente por serem muito tradicionais e versáteis.

A corrente veneziana pode ser utilizada em diversos tipos de acessórios, sejam eles colares, pulseiras, tornozeleiras, entre outros. Sendo assim, conseguem se adaptar a vários looks diferentes.

Os elos presentes nesse tipo de corrente são bastante justos entre si, ou seja, o espaço entre eles é quase imperceptível a olho nu.

Por isso, é muito preferível e procurado entre os clientes, uma vez que passa delicadeza e elegância, podendo conter ou não pingentes em sua fabricação.

A malha fina da corrente faz com que quase não pese no pulso, pescoço, tornozelo ou qualquer outra área que você deseja posicioná-la, caracterizando uma versatilidade e delicadeza impressionantes.

Tipo de Corrente
Tipo de Corrente

Corrente Grumet

A corrente grumet é igualmente utilizada por pessoas do gênero masculino e feminino, se encaixando em várias situações diferentes.

Esse tipo de corrente possui elos com o mesmo tamanho entre si, presos uns aos outros e seguindo uma mesma direção.

Os elos presentes nessa corrente geralmente são longos e duplos, com a espessura mais grossa que os demais estilos.

Isso faz com que haja a necessidade dos elos serem um pouco mais achatados, devido ao acabamento que recebem para conseguir prender todas as partes da corrente em questão.

Esse acabamento de qualidade torna a corrente mais lisa ao toque e perceptivelmente mais confortável para ser usada pelo consumidor, o que reflete na preferência deste para adquirir o tipo de corrente grumet.

Tipos de corrente
Tipos de corrente

Correntes elo português

A corrente pelo português é composta por diversos elos na direção vertical e horizontal que se alternam entre si.

O grande diferencial desse tipo de corrente é que as argolas que compõem os elos são moldadas de forma perfeitamente redondas.

Esse modelo pode ser utilizado de diversas formas, seja a corrente sozinha ou com algum tipo de pingente que enfeite o acessório, sempre dando um toque a mais na composição final.

A principal vantagem dessa corrente é a alta possibilidade e facilidade de ajuste, uma vez que o fecho da corrente pode se prender com qualquer um dos elos que estão presentes nela.

Sendo assim, o modelo do elo português é um dos tipos de corrente mais acessíveis e escolhidas entre as opções oferecidas pelas lojas.

Elo português
Elo português

Correntes Cartier

As correntes cartier é um dos tipos de corrente mais conhecidos, sendo muito reconhecido pelas suas argolas simétricas e arredondadas nas pontas.

Essa corrente tem as argolas com as posições intercaladas entre horizontal e vertical, dando uma impressão ótima de movimento.

Os elos podem ser posicionados de forma mais justa sem muitos espaços entre si, combinando com pingentes e outros acessórios decorativos.

Já em casos em que os elos são mais separados, são correntes muito utilizadas com uma combinação entre um mix de colares.

Esse tipo de corrente é muito reconhecido e escolhido para acessórios masculinos, podendo fazer parte de pulseiras, colares ou tornozeleiras.

corrente cartier
corrente cartier

Corrente Rabo de Rato

O tipo de corrente chamada rabo de rato é uma das especificações mais diferentes entre a variedade enorme de corrente.

Os elos da técnica rabo de rato estão interligados entre si de forma extrema, quase sem deixar nenhum espaço entre eles.

Com essa interligação feita, tem o objetivo de formar um único fio para compor os acessórios, sejam eles pulseiras, colares ou de outros tipos.

Assim, pode ser muito observada na utilização de pulseiras com berloque, uma vez que conseguem encaixar de maneira específica cada peça dos pingentes.

Outra opção da utilização da corrente rabo de rato é em colares achatados, dando uma elegância a mais para o look final e fazendo referência aos modelos antigos de acessórios, principalmente, egípcios.

colar rabo de rato
colar rabo de rato

Tipos de corrente: Corrente Cordão Baiano

O tipo de cordão baiano é conhecido por seu estilo diferente de composição. Essa corrente aparenta ter dois fios interligados entre si por meio da torção.

Dessa forma, os elos dessa corrente são bem unidos e não deixam espaços entre si, conseguindo compactar as extensões.

Esse tipo de corrente também pode ser conhecida como “corrente corda”, justamente por lembrar e fazer referência a uma corda na hora da torção dos elos.

A corrente cordão baiano pode ser usada sozinha e lisa ou fazendo parte de um mix de colares, assim como com a utilização de um ou mais pingentes decorativos.

Uma composição muito relevante na hora da escolha desse produto pode ser a observação de diferentes tonalidades no objeto, podendo misturar o ouro com ouro branco e vice-versa.

cordão baiano
cordão baiano

Corrente Fígaro

A corrente fígaro tem uma composição elegante, delicada e charmosa, sendo bastante popular entre o público masculino.

Esse é um dos tipos de corrente que possui um elo maior seguido por três elos menores, formando uma sequência que é padronizada e mantida até o final.

Os elos podem ser dos mais diversos e tamanhos, tanto finas quanto mais grossas, sendo que as finas são as mais tradicionais e delicadas.

Essa corrente pode compor peças como pulseiras, colares, tornozeleiras, entre outras, sendo muito versátil em relação ao gênero e ocasião a ser usada.

Ela também tem a capacidade de dar um toque único e especial para os looks mais urbanos, modernos e despojados.

corrente fígaro
corrente fígaro

Corrente Singapura

Esse tipo de corrente conhecida como corrente singapura é bastante tradicional entre os estilos dispostos no mercado.

Ela é formada por um conjunto de elos que dão a impressão de estarem retorcidos, de forma achatada e na diagonal.

O tipo de corrente em questão é muito usado com pingentes e com um comprimento menor que o habitual, configurando uma forma chamada “choker”, muito popular entre o público mais jovem.

Ela também é bastante ideal para montar um conjunto de colares em um mix, sendo uma peça discreta e, ao mesmo tempo, muito elegante.

Corrente Americana

A corrente americana se assemelha muito com a corrente de elo português, já apresentada nesse texto.

Assim, a corrente americana é composta por vários elos que se alternam entre si na direção vertical e horizontal, dando uma ideia de movimento e delicadeza.

A principal diferença entre esses tipos de corrente é que, enquanto o elo português consegue ser perfeitamente redondo, os elos da corrente americana têm um formato mais oval.

Corrente americana
Corrente americana

O que podemos concluir sobre tipos de corrente?

Diante ao exposto, pode – se concluir que existem vários tipos de corrente diferentes, com cada um deles possuindo especificações e características singulares que fazem deles únicos. Sendo assim, é extremamente essencial que você, consumidor, compreenda a diversidade e as diferenças entre esses tipos de corrente, facilitando o processo da compra de acordo com seus objetivos e necessidades a serem sanadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.